Como cuidar de orquídeas Vanda: 11 Dicas Poderosas

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

como cuidar de orquídeas vanda

Se você está procurando sites para saber como cuidar de Orquídeas Vanda, está no lugar certo.

Neste artigo você vai aprender como cuidar de orquídeas Vanda sem complicações, de um jeito simples e prático com 11 Dicas Poderosas que eu vou te dar!

A orquídea Vanda é um gênero de orquídeas muito popular no mundo todo. Existem cerca de 80 espécies que são apreciadas pelos cultivadores por apresentar:

  • Flores vistosas;
  • Perfumadas;
  • Duradouras;
  • Coloridas;
  • Podem ser penduradas (proporciona uma linda decoração)
  • Pode florescer até 3 vezes por ano.

São orquídeas originárias de Diversas Regiões como:

  • Índia;
  • Himalaya;
  • Sudeste Asiático;
  • Indonésia;
  • Filipinas;
  • Nova Guiné;
  • Sul da China;
  • Norte da Austrália.

Como Cuidar de Orquídeas Vanda: Características Gerais

Características da Orquídea Vanda

As orquídeas Vanda são epífitas. Isso quer dizer que no ambiente natural, essas orquídeas gostam de viver sobre árvores. Mas também existem espécies litófitas e terrestres.

Essas orquídeas podem ser penduradas, proporcionando uma decoração maravilhosa no interior de casas e apartamentos.

Quando penduradas precisam ser regadas diariamente e adubadas uma vez por semana.

As orquídeas Vanda podem chegar até 2 metros de altura! Veja mais algumas características dessa orquídea:

  • Crescimento monopodial (vertical);
  • Folhas planas, largas ou ovóides;
  • Tamanho em miniatura ou vários metros de comprimento;
  • Flores achatadas,
  • Inflorescência lateral;

As orquídeas Vanda não possuem pseudobulbo, que é uma região mais alargada do caule com a função de armazenar água.

Apesar disso, elas são resistentes a desidratação porque possuem folhas coriáceas, que impede que a planta perca água por transpiração em períodos de seca.

Leia Mais: Orquídea Tigre: Como Cultivar, Curiosidades e Fotos [2021]

Aqui no Manual de Orquídea você vai ver agora, como cuidar de orquídeas Vanda corretamente. Vem comigo!

Como cuidar de orquídeas Vanda [11 dicas]

Como cultivar orquídea Vanda

Para aprender como cuidar de orquídeas Vanda de um jeito certo, você precisa saber em quais condições essa orquídea se encontra na natureza.

Então vamos lá! As orquídeas Vanda são encontradas penduradas em árvores, em local sombreado e úmido.

Dessa forma, elas gostam de luz indireta, nível alto de umidade e devem ser bem adubadas.

Separei aqui 7 Dicas que vão te ajudar a cultivar corretamente a Orquídea Vanda:

  • Orquídeas Vanda gostam de ficar penduradas em Árvores ou em Cachepots;
  • Substratos não ajudam tanto porque as raízes são aéreas;
  • Forneça luz indireta;
  • A Rega deve acontecer quando a raiz estiver prateada;
  • Essas orquídeas gostam de alta umidade;
  • Coloque sua Vanda em um local quente;
  • Adubos devem conter uma quantidade maior de Fósforo porque estimula o crescimento das raízes.

Veja agora 11 Dicas Poderosas para você cuidar de Orquídea Vanda de forma Fácil e Simples. Olha! Fica preparada, sua orquídea Vanda vai ficar linda! Faz o seguinte, manda para o nosso Instagram as fotos, ok?

1. Temperatura adequada

Temperatura

Com relação a temperatura adequada, as orquídeas Vanda gostam de um clima quente e boa iluminação no ambiente.

Fornecendo esse tipo de condição climática para sua orquídea Vanda, com certeza ela terá uma ótima floração.

Como se sabe, por essas orquídeas viverem em locais muito iluminados e quentes, elas são capazes de suportar uma variação de temperatura, que vai de 15ºC a 35ºC.

Leia Mais: Como Plantar Orquídea Sapatinho (Paphiopedilum): 7 Dicas Simples

A temperatura ideal para sua Vanda é:

  • Entre 15ºC a 20º durante a noite;
  • Até 35 graus Celsius ao longo do dia.

Mesmo a Vanda sendo resistente ao calor, não é aconselhável deixá-la exposta vários dias a uma temperatura alta.

Se por exemplo, você vive em uma região do Brasil que faz calor vários dias consecutivos, passa ser recomendável fornecer uma umidade para a orquídea Vanda.

Dessa forma, se você cultiva sua orquídea dentro de casa ou apartamento, forneça uma boa ventilação a ela.

2. Adubos para a orquídea Vanda

Adubo para orquídea Vanda

Essas orquídeas quando se encontram na natureza, conseguem seus nutrientes a partir de materiais orgânicos em decomposição, que funcionam como adubos para a orquídea Vanda.

Esse material orgânico é obtido através de folhas, flores e frutos que caem sobre suas raízes que se encontram fixadas nos troncos das árvores.

Mas quando se cultiva uma orquídea Vanda em casa ou apartamento, esse fornecimento de nutrientes não é o mesmo porque essa orquídea não está em seu ambiente natural.

Desse jeito é importante adubar essas orquídeas uma vez por semana. E se estiverem penduradas o recomendável é regá-las diariamente.

 Saiba agora 4 dicas para adubar corretamente sua Vanda:

  • Adube a cada semana, caso a temperatura esteja acima de 20ºC. Se tiver abaixo, a adubação pode ocorrer a cada 2 semanas;
  • Utilize adubo inorgânico NPK 15-30-20 porque orquídeas Vanda precisam de uma maior quantidade de Fósforo para estimular o crescimento das suas raízes;
  • Adube no período da manhã ou no fim de tarde. A adubação precisa ser feita no momento do dia em que o sol esteja fraco;
  • Adubação durante floração precisa ser feita com cuidado para não atingir as flores.

3. Como Cuidar de Orquídeas Vanda: Rega

Rega

Se você quer saber como cuidar de orquídeas Vanda corretamente. Tenha atenção com a Rega. Se errar a mão você pode perder a sua planta.

Porém, não precisa ficar preocupado(a)! Eu vou te ensinar direitinho como você deve fazer para regar a sua Vanda em diferentes circunstâncias.

As orquídeas Vanda gostam de local quente e úmido, mas quando estão penduradas precisam ser regadas praticamente todos os dias.

Quando estão na natureza, essas orquídeas estão sobre árvores e conseguem obter nutrientes e água do meio a sua volta.

Leia Mais: Cochonilhas em Orquídeas: Prevenção e Combate

Porém, quando as cultivamos em casa (ambiente artificial), essas orquídeas não têm de onde retirar a umidade, então as suas raízes podem se desidratar, adquirindo uma cor esbranquiçada.

Velame

Essa cor esbranquiçada é devido à presença de um tecido conhecido como Velame, que constitui as raízes dessas orquídeas.

O velame tem o papel de armazenar água e nutrientes. Porém, quando a orquídea está desidratada, as raízes dessas orquídeas ficam com um aspecto esbranquiçado.

Ao regar a sua orquídea Vanda, você perceberá que a cor das raízes passará de branco para verde-escuro, indicando que agora sua orquídea está regada de forma adequada.

As orquídeas Vanda gostam de uma umidade alta. Porém elas são capazes de demonstrar sinais claros quando estão precisando de mais umidade:

  • Orquídea Vanda está desenvolvida e com raízes curtas: Estão recebendo umidade adequada.
  • Orquídea Vanda com raízes longas ou em excesso: Sua planta está recebendo pouca umidade. Quando as raízes estão longas é sinal de que sua orquídea está buscando por mais umidade.

Agora veja quando sua orquídea Vanda deve ser regada:

  • Regue 2 vezes em dias quentes, com temperaturas de 30ºC ou mais;
  • Regue 1 vez em dias frescos, com temperaturas entre 15ºC e 30ºC;
  • Não Regue em dias frios, com temperaturas abaixo de 15ºC.

Lembrando que você precisa sempre verificar a cor da raiz, se estiver com uma coloração esbranquiçada é sinal de que precisa receber mais umidade, então regue.

4. Como Cuidar de Orquídeas Vanda: Local ideal

Local ideal

Para ter Orquídeas Vanda saudáveis e floridas, você precisa encontrar o local ideal para ela.

As orquídeas Vanda na natureza são encontradas sobre árvores. E elas gostam de um clima quente e úmido.

Então, você pode cultivar sua Vanda pendurada em árvore, sua orquídea vai adorar. Mas ela também pode ser cultivada em outros locais como vasos ou cachepots (cachepôs).

O cachepô é um local mais adequado para colocar uma orquídea Vanda.  Existem muitas vantagens em se usar Cachepôs para Vanda:

  • O Cultivo é fácil: Permitindo fácil acesso a orquídea, principalmente para realizar adubação e rega.
  • Ao crescer, sua orquídea Vanda não precisará ser replantada.
  • Liberdade para sua orquídea, que poderá crescer de forma saudável e com espaço para as raízes se desenvolverem.
  • Protege a orquídea contra infecção por bactérias e fungos.

Ao tentar colocar sua orquídea pendurada em um cachepot (cachepô) ou em uma árvore, use arame para planta ou corda para deixar sua orquídea firme, de modo que ela fique “em pé”.

5. Como Cuidar de Orquídeas Vanda: Substratos

substratos

A orquídea Vanda não gosta de viver sobre substratos e dentro de vasos.

Se precisar usar substratos por ainda não ter um local definido para pendurá-la, como um cachepô ou um tronco de árvore, use esses:

  • Brita pra fornecer uma boa drenagam;
  • Casca de Pinus porque simula a superfície de uma árvore;
  • Musgo Esfagno (Sphagnum) que fornece umidade.

É importante que você use um substrato que permita uma boa circulação de ar entre as raízes e que forneça uma boa drenagem para sua Vanda.

Leia Mais: Orquídea Chocolate Como Cuidar: 9 Top Dicas

Mas é sempre bom ressaltar que essa orquídea não gosta de viver sobre vasos e em substratos para vasos.

OBS. Orquídeas Vanda Jovens aceitam melhor serem colocadas em vasos com substratos.

6. Floração

Floração

Com relação a floração, as orquídeas Vanda podem florescer até 4 vezes ao ano, cada florada podendo durar de 30 a 60 dias.

Essas orquídeas se destacam por apresentar flores de várias cores, dependendo da espécie. Das 80 espécies de orquídeas do gênero Vanda que existem, as mais famosas são:

  • Vanda teres;
  • Vanda tricolor;
  • Vanda lamellata;
  • Vanda denisoniana;
  • Vanda cristata;
  • Vanda coerulea.

Separei aqui 4 características importantes sobre as flores das orquídeas Vanda:

  • Tamanhos variados: Existem espécies de Vanda com flores menores que 1 cm, enquanto outras orquídeas, apresentam flores de até 15 cm.
  • Quantidade de Flores: Conforme a idade, a orquídea Vanda vai produzindo mais flores a cada florada. As primeiras floradas dão até 10 flores. Com o tempo, floradas com até 20 flores poderá acontecer.
  • Crescimento contínuo das flores: Flores depois de abertas continuam a crescer. Você pode notar isso, observando as flores mais velhas, elas são maiores que as mais novas.
  • Número de hastes florais: A orquídea Vanda pode exibir até 3 hastes florais.

Alguns erros comuns podem prejudicar a floração de sua orquídea Vanda:

  • Adubação incorreta ou nenhuma;
  • Exposição a luz direta ou falta de luminosidade;
  • Orquídea desidratada

Ao borrifar água ou adubo na sua Vanda, evite acertar os novos botões florais e flores maduras.

Atenção:O sal presente no adubo e exposição direta ao sol, pode ser fatal para sua orquídea. Quero dizer, que pode queimar os novos botões florais e pétalas das flores.

Outro problema que pode atrapalhar a floração da sua orquídea Vanda é o excesso de água. Se você molhar demais a sua orquídea, ela poderá contrair algumas doenças, como a podridão negra.

7. Como plantar e replantar

Como Cuidar de Orquídeas Vanda

Como plantar e replantar uma orquídea Vanda é uma das perguntas que mais recebo no meu instagram.

Como disse antes, orquídeas Vanda gostam de viver penduradas em árvores ou em cachepôs. Poucas espécies podem ser plantadas em terra, como a Vanda Teres, uma orquídea terrestre.

Orquídeas Vanda que gostam de viver penduradas em árvores ou em cachepôs não precisam ser replantadas.

Leia Mais: Orquídea Cara de Macaco: Como Cuidar + Fotos [Incrível]

Isso porque essas plantas ficam muito bem adaptadas a esses ambientes, as raízes encontram espaço e boa umidade para crescer.

Além disso, cria um bom ambiente químico para a orquídea, impedindo bastante a infecção por bactérias e fungos.

8. Orquídea Vanda, como fazer mudas?

Como Cuidar de Orquídeas Vanda

Diferente do que acontece em várias orquídeas como Cattleyas, por exemplo, o crescimento de uma orquídea Vanda é monopodial (vertical), por isso é mais difícil de fazer mudas nessas orquídeas.

Algumas orquídeas Vanda produzem brotações naturais na base. Como é possível ver na imagem abaixo. Isso facilita a retirada de mudas.

Brotação natural vanda

Porém nem sempre isso acontece. Então, nesse caso existem duas formas de fazer mudas em Vanda, como explica o orquidófilo Fabiano Lara no vídeo abaixo.

9. Orquídea Vanda Raízes secas

Como Cuidar de Orquídeas Vanda

Leandro! Minha orquídea Vanda está com raízes secas! O que devo fazer?

Geralmente isso acontece por adubação em excesso. Que pode queimar as raízes de sua orquídea.

Mas existem outras causas para esse problema, como falta de rega, pragas ou uma combinação desses fatores.

10. Folhas amareladas?

Como Cuidar de Orquídeas Vanda

Muitas orquídeas Vanda ficam com folhas amareladas e esse problema pode estar ocorrendo devido a 4 erros muito comuns que eu separei aqui:

  • O excesso de Rega: Provoca o amolecimento das raízes, facilitando a infecção por fungos.
  • Planta estressada: Se a sua orquídea foi replantada ou mudou de ambiente, orquídeas Vanda não gostam dessa variação de posição.
  • Luz em excesso: A luz direta pode provocar queimaduras nas folhas, que adquirem uma cor amarelada.
  • Planta envelhecida: Plantas envelhecidas ficam com folhas amareladas ou as perdem.

11. Orquídea Vanda perdendo folhas?

Como Cuidar de Orquídeas Vanda

Se a sua orquídea Vanda estiver perdendo folhas, não se preocupe! Dependendo da quantidade, isso é normal!

Geralmente quando estão mais velhas, as orquídeas Vanda perdem cerca de 2 folhas por ano.

Você vai observar que primeiro as folhas vão ficar amarelas e depois elas vão cair. Isso é um processo bem natural quando essas orquídeas ficam mais velhas.

Elas apenas estão retirando algumas folhas mais antigas, que depois serão substituídas outras folhas mais novas.

Cuidado! Se a sua orquídea Vanda está perdendo duas ou mais folhas por mês, provavelmente você não deve estar regando corretamente ou a sua planta está sendo exposta a temperaturas mais baixas que o recomendado.

Lembre-se que a orquídea Vanda não pode ser regada em dias mais frios, com temperaturas abaixo de 15 graus.

Leia Mais: Manual de Como Cuidar de Orquídeas Original [Método Revelado]

Conclusão

Espero que eu tenha te ajudado com este post. Agora sabe os principais segredos sobre como cuidar de orquídeas Vanda.

Tenha sempre atenção com o local que você vai escolher para plantar sua orquídea Vanda. Lembre-se que essas orquídeas, gostam de viver penduradas em árvores ou em cachepots.

Agora sua Vanda vai ficar linda, saudável e florida. Faz o seguinte! Manda as fotos da sua orquídea para o meu Instagram @manual_de_orquídea. Prepare-se para receber muitos elogios!

Se esse artigo ajudou você… Você pode compartilhar ele nas Redes Sociais.

Para isso, Clique nos Botões Aqui Abaixo! 👇

4 Comentários


  1. Minhas orquidea elas nao dao flores
    O que que eu faço eu moro em apartamento deixos elas na escada. e debaixos de arvores elas sao plantada em vaso de plastico

    Responder

    1. Oi Vanderleia! Tudo bem? Você precisa conferir se ela está no substrato correto. Orquídeas Phalaenopsis e Cattleya ficam bem em vasos plasticos, mas
      é importante garantir uma boa ventilação e luz indireta.

      Pra garantir luz indireta (luz filtrada) você pode colocar sua orquídea na soleira da janela, de preferência atrás do vidro da janela… o vidro vai filtrar a luz solar e vai permitir que a sua orquídea receba a quantidade certa de luz.

      Já se for uma orquídea Vanda… você colocá-la em um cachepô de madeira…sem substratos mesmo… regar todos os dias em épocas quentes e uma a duas vezes por semana em períodos frios.

      Pra cultivar orquídeas corretamente você precisa ter atenção com 3 fatores… com substratos, adubos e o clima…
      No seu caso você precisa entender em qual desses fatores está errando.

      Espero ter ajudado!

      Responder

  2. Excelente matéria, me esclareceu muitas dúvidas! Estou começando a cultivar vandas!Parabéns e obrigada

    Responder

    1. Olá Elizabeth! Que bom que gostou! Fico feliz! Vou te confessar uma coisa, a Orquídea Vanda é a minha preferida!

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *