6 Dicas simples para ter lindas orquídeas em vasos de plástico

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Você ganhou ou adquiriu algumas orquídeas em vasos de plástico, mas elas estão ficando feias e sem vida?

Então, confira as 5 dicas de cultivo que vou te dar neste artigo e aprenda de uma vez por todas a cuidar da sua plantinha!

Foto: Reprodução / Pinterest

Cheguei com a minha orquídea em casa, o que devo fazer?

Bem, você tem dois caminhos a seguir:

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------
  • realizar a troca de substrato;
  • ou manter a orquídea no vaso.

E isso vai depender se a sua orquídea está em floração ou não. Se ela estiver com flores, mantenha ela no vaso até perder a floração e só depois que perdê-la você poderá substituir o substrato!

Mas, vale ressaltar que se você perceber que há musgo no substrato, então, cuidado com a rega. Deixe-a mais espaçada, pois se você exagerar na frequência, poderá acabar propiciando o surgimento de fungos na sua plantinha.

Drenagem do seu vaso

Então, se a sua orquídea está sem flores, iremos prosseguir com a troca do substrato.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Retire a sua plantinha do vaso, tomando cuidado com as raízes e vá retirando todo o substrato antigo com cuidado.

Agora, vamos pensar numa etapa bem importante que é o sistema de drenagem do vaso.

Por isso, é importante que ele tenha furos na parte do fundo. Também, para facilitar ainda mais o escoamento da água, coloque pedras britas ou argila expandida no fundo do vaso e cubra com uma camada de manta bidim ou TNT.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Substrato correto

Normalmente, as orquídeas comercializadas nesse tipo de vaso são as epífitas que são aquelas que vivem apoiadas em troncos de árvores.

Um exemplo bem comum são as Phalaenopsis, por exemplo.

Então, o ideal é você fazer ou comprar pronto um mix de substrato que contenha casca de pinus, fibra de coco e carvão vegetal.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Logo, posicione a sua orquídea no centro do vaso e vá preenchendo com o substrato novo.

Cuidado com a rega

Já com relação a rega, ao contrário do que se pensa, as orquídeas gostam de água! Inclusive, elas gostam bastante de umidade e suas raízes absorvem a umidade presente no ambiente.

Mas, a água em excesso em contato com as raízes por muito tempo pode causar o apodrecimento ou o surgimento de pragas.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Então, o que você vai fazer é o seguinte: regue a sua orquídea com água abundante, faça isso na parte da manhã e deixe escoar pelo fundo do vaso.

Deixe o substrato secar totalmente e só então retorne a regar sua plantinha.

Em dias quentes, você pode regá-la até 3 vezes por semana. Mas, nos dias frios, a rega semanal já é suficiente.

Ambiente iluminado

As orquídeas não curtem o sol pleno, mas precisam de ambiente iluminado! Sendo assim, o que você pode fazer se for cultivá-la dentro de casa é colocá-la próxima à uma janela entreaberta para que possa receber ventilação e luz natural filtrada.

Entretanto, se for cultivá-la na área externa da sua casa você deve posicioná-la abaixo de uma árvore, pergolado ou sombrite.

Prefira cultivar suas orquídeas em vasos de plástico transparentes

Além disso, dê preferência para os vasos de plástico transparentes, pois eles permitem a entrada de luz necessária para que as raízes possam realizar fotossíntese.

Foto: Reprodução / Pinterest

Você cultiva suas orquídeas em apartamento? Então confira as dicas presentes neste vídeo!

Canal do Manual de Orquídea no Youtube

Rafaela Lucena é Editora do Blog Manual de Orquídea, jardineira, decoradora e redatora apaixonada por Blogs! Email: rafaeladelucena@gmail.com