Substratos para Orquídeas: Qual a Melhor Combinação e Tipos

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Você chegou aqui por um bom motivo, deixa eu ver se eu adivinho! Você quer saber tudo sobre substratos para orquídeas, qual o melhor ou a melhor combinação e os tipos que existem.

Acertei 😁? Bom, então eu posso dizer que você está no lugar certo. Nesse artigo veremos tudo o que você precisa saber sobre substratos para orquídeas.

O melhor Substrato para sua Orquídea

Os tipos de substratos que usamos são importantes para fornecer um maior conforto para a sua orquídea.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Visto que na natureza as orquídeas geralmente se encontram no interior de florestas úmidas, sombreadas, onde recebem uma boa quantidade de luz filtrada e temperatura adequada.

Portanto, não só devemos prestar a atenção nas melhores condições climáticas que precisamos oferecer para a nossa orquídea.

Como também precisamos ter o devido cuidado para escolher o melhor suporte, o melhor local para a orquídea crescer, ou seja, o melhor substrato.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Afinal de contas, quando cultivamos uma orquídea, seja em um ambiente externo (como em um quintal) seja em um ambiente interno (como no interior da nossa casa ou apartamento), a gente está oferecendo um ambiente artificial para nossa planta.

Então, o nosso desafio é oferecer as melhores condições climáticas e o melhor substrato para nossa orquídea, pra que ela possa se acomodar e crescer saudável para nos dar as mais lindas flores.

Substratos para Orquídeas: árvores e tocos

Quando você resolve colocar uma orquídea epífita em uma árvore ou em um toco, o substrato é a própria árvore ou o toco.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Nesse caso, você pode no máximo colocar um musgo sphagnum para reter umidade. Porém, eu aconselho colocar o musgo sphagnum somente se a orquídea for colocada em um toco.

Quando fixada em um toco, a orquídea vai precisar de algum material ou “substrato” para reter umidade, reter um pouco de água, sendo útil a utilização de um musgo para realizar tal tarefa.  

Já se a orquídea for cultivada sobre uma árvore, geralmente o tronco dessa árvore já está coberta por musgos e liquens que permitem a retenção da umidade, o que acaba também beneficiando a orquídea que estiver fixada nesse local.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Orquídeas cultivadas nesse tipo de substrato (árvore ou toco) devem ser regadas todos os dias, principalmente em regiões de clima quente.

Exemplo de toco que eu aconselho usar é o toco de sansão do campo ou toco de peroba.

Substratos para Orquídeas de Graça ou Comprado?

Nesse caso você precisa se preocupar com o tipo de orquídea que você tem. Se for uma orquídea epífita ela vai precisar de substratos diferentes de orquídeas terrestres.

------CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE------

Então, primeiramente você precisa ter uma preocupação com a saúde da sua orquídea, precisa tentar oferecer as melhores condições para sua orquídea crescer saudável…

…e o suporte sobre o qual ela vai se desenvolver é muito importante para ela se desenvolver bem e lhe presentear com flores dignas de exposição.

Porém é possível montar uma boa combinação de substratos, digamos, caseiro, que você pode fazer sem gastar dinheiro.

Agora vou te passar 3 dicas de substratos caseiros (de Graça) que você pode montar para sua orquídea.

  • Casca de pé de manga: você pode recolher casca de um pé de manga para servir como suporte para sua orquídea epífita, como uma Phalenopsis.
  • Pedaços de pedra ou de tijolos: esses elementos serão ótimos para realizar a drenagem para sua orquídea.
  • Carvão: todo mundo tem sobrando por aí carvão que sobrou do churrasco rs, o carvão é importante porque tem propriedade bactericida e ajuda a proteger sua orquídea de doenças causadas por bactérias e além de inibir também algumas pragas.

Essas dicas são valiosas para quem deseja cultivar orquídeas epífitas em vaso. Como por exemplo:

  • Orquídeas Cattleya,
  • Orquídeas Borboleta (Phalaenopsis)
  • Orquídeas Vanda
  • Entre outras epífitas…

Os tijolos e pedras devem ficar no fundo do vaso para drenar bem o substrato. Inclusive use um vaso plástico transparente para que a luz alcance as raízes.

Importante: o fundo do vaso precisa ter furos para que haja uma boa drenagem. Nunca deixe o substrato encharcar porque isso pode deixar sua orquídea doente.

O carvão e as cascas da árvore (pode ser um pé de manga) devem ser misturados. Esses dois componentes vão fornecer um bom suporte para sua orquídea se desenvolver saudável.

Além disso, esses dois substratos (carvão e casca de árvore) vão permitir uma boa circulação de ar entre as raízes, o que é sempre bom para a saúde da sua orquídea.

Separei um vídeo bem legal com dicas pra coletar os melhores substratos para orquídeas de graça!

Substratos para Orquídeas Terrestres

Se você tem uma orquídea sapatinho (paphiopedilum) ou uma Orquídea Cymbidium, você precisa preparar substratos especiais para orquídeas terrestres.

Orquídeas terrestres vivem no chão de florestas densas, mas não diretamente no solo.

Na verdade essas orquídeas vivem sobre uma camada de folhas mortas que caem das árvores e restos de insetos, formando uma camada rica de material orgânico, uma verdadeira adubação natural.

Essa camada de folhas e insetos em decomposição que fornece matéria orgânica para as orquídeas terrestres é conhecida como serapilheira.

Então precisamos levar isso em consideração para preparar substratos para essas orquídeas terrestres.

Vou separar aqui 5 substratos especiais para orquídeas terrestres:

  • Areia lavada de rio;
  • Casca de pinus;
  • Coco moído;
  • Musgo seco;
  • Terra vegetal pura.

Pronto! Este substrato vai garantir um bom suporte para que sua orquídea terrestre se desenvolva de forma saudável.

Depois sua preocupação deve ser com a adubação, então para isso veja o nosso artigo sobre adubos para orquídeas.

Principais Tipos de Substratos para Orquídeas

Agora eu vou mostrar para você os principais tipos de substratos. Existem substratos orgânicos e inorgânicos.

Os principais substratos orgânicos são:

  • Casca de Pinus: obtida a partir de pinheiro. Ideal para orquídeas epífitas cultivadas em vaso, a orquídea vai “sentir” que está em uma árvore, vai simular melhor seu Hábitat natural.
  • Casca de sequóia: obtida a partir da árvore sequóia. Ideal para orquídeas epífitas cultivadas em vaso. Retém umidade com eficiência.  
  • Casca de coco: retém a umidade.
  • Musgo Sphagnum: retém a umidade.

E temos também os substratos inorgânicos:

  • Aliflor: pedaços de barro que serva para drenar o substrato.
  • Pedra brita: útil para drenar o substrato.
  • Carvão vegetal: é obtido através da queima da madeira. Excelente para eliminar substâncias tóxicas do substrato, tem ação bactericida e fornece um melhor equilíbrio químico para as raízes.

Substrato para Orquídeas Phalaenopsis (Borboleta)

O melhor substrato para orquídeas phalaenopsis é na verdade uma combinação de substratos ideais para qualquer tipo de orquídea epífita.

Isso porque orquídeas Phalaenopsis (Borboleta) são orquídeas epífitas. Para você entender direitinho eu separei aqui 7 substratos ideais para orquídeas Phalaenopsis e de modo geral para qualquer orquídea epífita:

  • Fibra de coco;
  • Casca de Pinus;
  • Casca de sequóia;
  • Carvão vegetal;
  • Tronco de árvore (essa condição é a ideal porque na natureza essas orquídeas se encontram sobre árvores)
  • Musgo Sphagnum;
  • Pedras ou Pedaços de barro (aliflor).

Então a partir dessas dicas de substratos ideais para orquídeas Phalaenopsis você pode fazer uma boa composição, ou seja, misturar algum desses.

Por exemplo:

  • Pedras ou Pedaços de barro: coloque esse material no fundo do vaso para garantir uma boa drenagem para sua orquídea.
  • Casca de Pinus + Carvão vegetal: esse será o suporte sobre o qual a sua orquídea vai se desenvolver. O carvão vegetal é bactericida, então ele vai proteger suas orquídeas de infecção bacteriana.
  • Musgo: por fim coloque um pouco de Musgo Sphagnum mais acima no vaso, sempre tendo cuidado para que não fique muito em contato com as raízes. Não deixe encharcar!

Conclusão

Nesse artigo eu te mostrei os principais substratos para orquídeas e como usá-los da melhor maneira.

Na hora de selecionar a melhor combinação de substrato para sua orquídea. Lembre-se de sempre levar em consideração o tipo de hábito de vida da sua orquídea.

Ou seja, veja se ela é uma orquídea epífita (que vive sobre árvores), litófita (vive sobre rochas) ou se é uma orquídea terrestre.

Porque os substratos serão diferentes para cada tipo.

Espero que você tenha gostado deste Post. Nosso objetivo aqui no Manual de Orquídea é sempre ajudar você!

Se esse artigo ajudou você… Você pode compartilhar ele nas suas Redes Sociais.

É só Clicar nos Botões Aqui Abaixo.👇

Rafaela Lucena é Editora do Blog Manual de Orquídea, jardineira, decoradora e redatora apaixonada por Blogs! Email: rafaeladelucena@gmail.com

Comments are closed.