Mini Orquídea Phalaenopsis
FOTO: REPRODUÇÃO / Arquivo pessoal

Mini orquídea Phalaenopsis como cuidar? Essa é a pergunta que muitos cultivadores de orquídeas iniciantes se fazem!

Esta orquídea é conhecida como Phalaenopsis mini porque ela pode atingir até 30 cm, apenas.

Já a sua versão normal, alcança até 1 metro.

As Orquídeas Phalaenopsis mini podem apresentar flores das mais variadas cores, como:

  • Brancas;
  • Branco-rosadas;
  • Roxas;
  • Laranjas.

Neste artigo, você vai aprender como cultivar mini orquídea phalaenopsis com 7 dicas simples de cultivo que eu vou te ensinar.

Porém, antes, quero te mostrar algumas características bem legais dessa linda orquídea. Vem comigo!

Mini Orquídeas Phalaenopsis: características gerais

Como disso anteriormente, as orquídeas Phalaenopsis mini podem alcançar até 30 cm de altura, apesar de seu tamanho, elas são até mais fáceis de cultivar do que suas irmãs maiores.

Isso porque, geralmente, cultivar corretamente passa por não errar na rega ou no excesso de umidade, levando isso em consideração, notei que essas orquídeas;

  • Por serem cultivadas em vasos menores, que evaporam mais rápido, a umidade não fica retida em excesso, o que colabora com a saúde da planta;
  • Por apresentarem folhas menores, isso faz com que a planta tenha menos superfície para perder água para o ar, consequentemente, a planta desidrata menos.

As orquídeas Phalaenopsis mini, assim como as de tamanho normal, são epífitas, ou seja, quando na natureza são encontradas em árvores.

Isso quer dizer, que preferem ser cultivadas em galhos ou tocos, como os tocos de sansão do campo.

Porém, é possível sim cultivá-las em vasos, como veremos mais adiante.

Portanto, o cultivo é simples, as folhas e flores são lindas. Falando em folhas, essa parte da planta é fundamental…

Isso porque é pelas folhas que todas as plantas se alimentam através da luz do sol, processo conhecido como fotossíntese.

Dessa forma, daqui a pouco, vou te mostrar qual a luminosidade correta para sua mini orquídea Phalaenopsis.

Entretanto, ainda falando sobre as folhas da sua Phalaenopsis mini, já quero te adiantar uma dica importante que tem a ver com quantidade de luz ideal para ela.

As folhas vão te dizer se a orquídea está recebendo luz suficiente ou não e quase sempre tem a ver com a coloração delas, então:

  • Se as folhas estiverem verde-escuras, isso quer dizer que sua orquídea Phalaenopsis mini está recebendo pouca luz;
  • Já se as folhas estiverem com uma coloração amarelada, quer dizer que sua orquídea está exposta demais a luz.

Então, o que quero dizer, é que quando cultivamos orquídeas, o principal mesmo não é receber um conjunto de informações prontinhas…

Mas precisamos aprender a OBSERVAR nossas plantinhas, porque quase sempre elas “conversam” com a gente.

Passado esse recado, agora eu vou te mostrar 7 dicas simples para você cuidar corretamente de Mini Orquídeas Phalaenopsis.

Como Cuidar de Mini Orquídeas Phalaenopsis

Cuidar de orquídea phalaenopsis mini não tem nenhum mistério! Inclusive, praticamente todas as dicas aqui também servem para você cultivar a orquídea phalaenopsis de tamanho normal.

Falando nisso, aqui no Manual de Orquídea já fizemos um artigo sobre a orquídea Phalaenopsis de tamanho normal.

LEIA MAIS: Orquídea Phalaenopsis Como Cuidar: 10 Passos Práticos

No entanto, aqui neste artigo, vou te mostrar dicas de cultivo especificamente sobre a Mini orquídea Phalaenopsis!

Mini Orquídea Phalaenopsis: luminosidade

A luz ideal para a mini orquídea Phalaenopsis é a luz indireta! Isso porque as orquídeas Phalaenopsis mini naturais, no interior de florestas, não estão adaptadas a receberem luz direta, em cima delas.

Isso porque as copas das árvores a protegem, filtram a luz solar.

Dessa forma, tanto as orquídeas phalaenopsis mini naturais quanto as híbridas, preferem luz indireta ou luz filtrada, porque isso está no DNA delas por um processo de evolução.

Então devemos oferecer luz indireta a elas! Mas Leandro, de que forma? Você pode, por exemplo, colocar sua orquídea Phalaenopsis mini perto de uma janela, no parapeito, por exemplo.

Porque assim, o vidro da janela vai filtrar a luz natural que vai estar entrando pela janela, essa é uma ótima forma de oferecer luz para sua orquídea Phalaenopsis mini cultivada em casa.

Se não for viável, colocar sua orquídea próxima à janela (porque as vezes não existe parapeito) você pode deixar sua planta numa mesinha de centro, mas é recomendável você verificar se chega luz suficiente.

Para isso você precisa fazer o teste da mão, que é este aqui.

Mini Orquídea Phalaenopsis
FOTO: REPRODUÇÃO / Arquivo pessoal

A luz precisa ser média como na imagem abaixo.

Mini Orquídea Phalaenopsis
FOTO: REPRODUÇÃO / Arquivo pessoal

Já se você estiver cultivando sua orquídea Phalaenopsis mini no quintal, você pode colocá-la em local que pegue luz, por exemplo, só durante a manhã ou só a tarde, mas não o dia todo.

E, é claro, você pode cultivar sua Mini orquídea Phalaenopsis em uma árvore, porque assim as folhas dessa própria árvore vão proteger a orquídea de uma luminosidade mais intensa.

Mini Orquídea Phalaenopsis: temperatura

A Mini Orquídea Phalaenopsis vai precisar de uma variação de temperatura de cerca de 20°C, algo entre 15°C e 30°C ao longo do dia.

Durante a noite, evite temperaturas abaixo de 15ºC, porque essa condição pode adoecer sua orquídea, caso ela fique por muitos dias exposta a temperaturas muito baixas.

LEIA MAIS: Como Salvar Orquídeas que Estão Morrendo: 3 Dicas que Funcionam de Verdade

Umidade ideal

A Mini Orquídea Phalaenopsis vai precisa, certamente, de umidade para se desenvolver saudável.

No entanto, tenha cuidado para não exagerar!

Isso porque umidade em excesso pode favorecer a proliferação de fungos e bactérias, que podem deixar a sua orquídea doente.

A principal doença, nessas condições de umidade em excesso, é a podridão negra. Essa doença, como o nome sugere, vai literalmente apodrecer a sua orquídea.

Quase sempre, quando isso acontece, não há mais nada a se fazer.

Nem mesmo é possível notar o início dos sintomas, porque a doença ataca primeiro as raízes, e quando você notar as primeiras manchas pretas nas folhas, nesse instante, você já terá perdido sua orquídea.

Forneça sim água a sua orquídea, mas cuida para não exagerar.

Evite substratos que retém umidade demais, como o musgo sphagnum.

E sempre verifique o substrato com o dedo para observar se está seco ou úmido ainda.

Mini Orquídea Phalaenopsis: rega

Você precisa regar sim, sua Mini orquídea Phalaenopsis. Porém como disse anteriormente, tenha atenção com o excesso de umidade.

A orquídea gosta sim de água, mas precisamos sempre ter atenção com a drenagem, principalmente em orquídeas cultivadas em vasos.

Quando cultivadas em vasos, você precisa garantir um elemento que drene a água, como veremos daqui a pouco.

Então regue sim, mas garanta a drenagem do substrato da sua orquídea, para não deixar úmido demais.

LEIA MAIS: Flor de Natal: Como Cuidar + Curiosidades

Substratos para sua Phalaenopsis Mini

Os substratos para Mini orquídea Phalaenopsis é um ponto chave no cultivo dessa planta, principalmente se você estiver a cultivando em vasos.

Quando cultivamos essas orquídeas em árvores ou tocos, está tudo bem! Isso porque é nesses suportes que essas plantas estão adaptadas a viver, como na natureza.

Porém, quando cultivamos essas orquídeas em casa, já estamos submetendo elas a condições artificiais, ao cultivarmos elas em vasos, por exemplo.

Realmente não tem problema, no entanto, precisamos usar os substratos corretos.

E os substratos corretos para mini orquídea Phalaenopsis, são substratos para orquídeas epífitas, como:

  • Casca de pinus;
  • Casca de coco;
  • Carvão vegetal;
  • Pedra brita;
  • Argila expandida.

Você pode usar somente um desses, ou uma combinação deles.

Adubos Corretos

Por experiência própria, os melhores substratos para Mini Orquídea Phalaenopsis, são os orgânicos.

Aqui na minha orquídea Phalaenopsis mini eu só uso, por exemplo, Farinha de ossos.

Inclusive, eu fiz um vídeo lá no meu canal no youtube, sobre como usar a Farinha de Osso em orquídeas, você pode assistir, se quiser.

Se você não quiser usar Farinha de ossos, você pode preferir a Torta de Mamona, tanto um quanto o outro são adubos orgânicos maravilhosos para orquídeas.

Você também pode combinar os dois, usando uma trouxinha de tnt.

Dessa forma, toda vez que você for regar sua orquídea, um pouquinho do adubo orgânico vai ser absorvido pelas raízes da sua Mni Orquídea Phalaenopsis.

Por outro lado, se você estiver cultivando sua Phalaenopsis Mini sobre um galho de árvore, você pode aplicar um adubo foliar pronto para uso.

Como disso, esse adubo é pronto para uso, não precisando diluir em água. Basta então borrifar sobre as folhas, de 15 em 15 dias geralmente.

Porém o ideal é você olhar as instruções na embalagem porque dependendo do produtor, a frequência do uso será diferente.

Mini Orquídea Phalaenopsis: vasos

Bom, como disse anteriormente, a Mini Orquídea Phalaenopsis, por ser uma orquídea epífita, vai preferir sempre ser cultivada sobre uma árvore.

Porém, é sim, fácil cultivá-la sobre vasos. Você pode usar o tipo de vaso da sua preferência, como:

  • Vaso de fibra de coco;
  • Vasos de plástico;
  • Vasos de barro;
  • Cachepots.

Cachepots não são exatamente vasos, mas é um excelente suporte para orquídeas epífitas, porque geralmente é todo de madeira, e assim sendo, as raízes das orquídeas podem crescer livres e bem arejadas e isso é excelente!

Conclusão:

Nesse artigo você aprendeu a cuidar de Mini Orquídea Phalaenopsis com 7 dicas simples de cultivo.

Lá no meu canal, eu fiz um vídeo sobre essa linda orquídea. Você pode assistir, se quiser.

Caso tenha ficado com alguma dúvida eu te convido a participar do meu Grupo de Jardinagem VIP no WhatsApp, para entrar Clique Aqui.

Lá no grupo você pode tirar suas dúvidas comigo e também com os colegas que lá estão.

Se gostou do Artigo, compartilhe nas Redes Sociais 👇

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!